Duas bandas e uma cantora solo da Lex Luthor Produções estão na semifinal do programa Astros

Empresário Artístico aposta em projeção nacional

Rodrigo Bessa

A banda Lex Luthor foi criada pelo artista Sávio Fernatti, em 1993. No mês passado, completou 19 anos de estrada, com uma trajetória de sucesso, no qual realizaram aproximadamente 3.000 shows nas principais cidades dos estados de Goiás, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro.

Logo no início do trabalho, devido aos grandes números de shows, o empresário artístico e cantor Sávio fez com que a banda se tornasse uma empresa de produções. Hoje, a empresa negocia os shows das bandas: Gang Lex, Lex Luthor,Liah Bey, Batuket, Sávio Fernatti e banda e Thales maia.

O diferencial das bandas está no alto nível técnico da estrutura do palco, que envolve equipamentos de última geração na área de show business, além de se destacar no cenário da música brasileira por apresentar figurinos exclusivos e inúmeros cenários que se transformam no decorrer do espetáculo.

A alegria contagiante é uma das características das bandas da empresa Lex Luthor Produções, que já conquistou milhares de fã e é reconhecida como uma das primeiras nos anos 1990 que se tornou especialista em entretenimento, pois no palco sempre misturou música com performances cênicas e circenses.

fotos: Divulgação

a

Equipe de cantores e dançarinos da banda Lex Luthor

Profissionalismo

O empresário artístico Sávio Fernatti afirma que o espetáculo exige grandes números de profissionais.

- São, no total, 90 pessoas trabalhando, incluindo escritório, motoristas, músicos, bailarinos, técnicos, entre outros. O mais difícil no show business é achar artistas talentosos e lapida-los para o palco. Por outro lado, é muito gratificante ver o resultado final, ou seja, às vezes tirar leite de pedra e transformar essa pedra em diamantes gigantes.

Segundo Sávio, o convite do programa Astros não surgiu por acaso.

- Após a primeira apresentação da cantora Liah Bey, os produtores do programa pesquisaram na internet mais bandas relacionadas à artista, e gostaram do Lex e da Gang Lex. Assim, surgiram os convites e estamos concorrendo na categoria musical. As minhas expectativas é que todas as duas bandas e a cantora solo cheguem à final.  - conta Sávio.

Foto: Divulgação

a

A megaprodução da cantora Liah Bey chamou atenção da produção do programa

Um dos cantores da banda Lex Luthor, Felipe Vox, conta como ficou surpreso com a seleção do programa.

- Foi uma grande surpresa quando recebemos o convite para participar do programa Astros, ficamos muito empolgados e felizes e, ao mesmo tempo, com aquele frio na barriga, porque afinal de contas já havia se apresentado e passados várias outras bandas de peso para semifinal - revela Felipe

Pitter Oliver, também vocalista da banda, comenta sobre a projeção nacional que a banda teve após participar do programa.

- Trabalhar no Lex Luthor é uma escola, não só como profissional, mas também como ser humano. O Sávio é meu professor, além de ser amigo, é um cara profissional, humano, mega-artista, de uma sensibilidade e educação tremenda, e de um coração incrível. E também tive a honra de representar a banda no programa Astros, que resultou em uma repercussão gigantesca em todo Brasil. Se não fosse pela inteligência, investimento e pelo profissionalismo que o Sávio tem, não estaríamos hoje representando a cidade de Divinópolis em programa de nível nacional - comenta Pitter.

O dançarino Daniel Norton revela que o público terá uma grande surpresa na próxima participação da banda.

- É uma honra trabalhar com todos os profissionais que compõe a banda, inclusive os bailarinos convidados para fortalecer a dança como e outros que ajudaram e engrandeceram nossa participação no programa. Estamos preparando uma grande surpresa.  Na semifinal, com certeza, o público pode esperar muito mais do que já viu na televisão - expõe Daniel.

Foto: Cristiane Silva

a

o cantor Sávio Fernatti completa 19 anos de sucesso com a banda Lex Luthor

Meta

Sávio Fernatti afirma que só irá parar de trabalhar quando as suas bandas gravarem músicas próprias e tiverem projeção nacional.

- Meu desejo é que algum empresário ou produtor nacional nos veja e projete o nosso trabalho no mercado nacional com músicas próprias. Confesso que estou longe de me sentir realizado, quero muito mais. E só pretendo aposentar quando as minhas bandas forem conhecidas nacionalmente. Se não, não saio de cena - conclui.

Confira o vídeo da participação da Banda Lex Luthor no programa Astros: